meme büyütme kedi maması kolaybet elektronik sigara betgaranti vdcasino bonus veren siteler deneme bonusu veren siteler 1xbet – 1xbet Giriş Adresi – 1xbet Mobil Giriş – 1xbet Türkiye betgaranti maksibet vdcasino giriş vdcasino sorunsuz giriş vdcasino yeni giriş superbetin anadolucasino süperbahis casino siteleri mydodolook.com gaziantep escort istanbul escort gaziantep escort bayan escort adana escort halkalı kocaeli escort elazig escort etimesgut escort eryaman escort bodrum escort beylikdüzü escort şişli escort

O Departamento de Educação Física e Desportos da Universidade Federal Fluminense

 O Departamento de Educação Física e Desportos (GEF) da Universidade Federal Fluminense iniciou suas atividades como órgão administrativo em junho de 1975, em um período em que a legislação de ensino obrigava a oferta de créditos de prática desportiva a todos os estudantes da universidade1. Os professores que, à época, estavam lotados no departamento decidiram pela vinculação do setor ao CEG, na medida em que entendiam que este deveria manter um equilíbrio entre as questões pedagógicas e biológicas. Assim, consideravam necessário evitar um atrelamento exclusivo à Faculdade de Educação ou à área biológica2.

Seu papel dentro da UFF ganharia novos contornos a partir da década de 1980, ocasião em que a disciplina passou a ser eletiva, e passava paulatinamente a promover competições internas que contavam com grande participação de estudantes, inclusive na organização de eventos3. Porém o crescimento de seu papel e importância na UFF e no ensino do país começa a ser concretizado durante a década de 1990, quando o GEF iniciou suas atividades acadêmicas por meio da pós-graduação, oferecendo o curso lato sensu Pesquisa em Sala de Aula, iniciado em 1991 e posteriormente renomeado para Educação Física Escolar, por entender a questão escolar como um elemento central em sua grade. Este curso continua em funcionamento até os dias de hoje. A pós-graduação também é responsável pelas atividades de extensão revista Perspectivas em Educação Física Escolar e pelo Encontro Fluminense de Educação Física Escolar, onde são discutidos os problemas da educação física no Estado do Rio de Janeiro4. A pós-graduação em Educação Física visa atender os professores do ensino fundamental e médio. Sua grade curricular tem por objetivo discutir e incluir em seu programa temas como a saúde, a socialização e o lazer, caracterizando-se pelo estreito vínculo entre a educação física e a cidadania. São oferecidas as seguintes disciplinas: Alongamento, Basquete Misto, Condicionamento Físico, Corpo, Futsal, Ginástica Mista, Judô, Natação, Voleibol e Ioga.

O campus desportivo do GEF foi inaugurado em 1995, no Campus do Gragoatá, que vem sendo gradativamente ampliado. Nos últimos quatro anos, tem recebido melhorias em suas instalações, o que igualmente colabora para o crescimento das atividades da educação física.

O GEF dispõe também de Setor de Extensão, que congrega todos os projetos de extensão e eventos do departamento. Foi redimensionado a partir de 1996, quando as propostas de ação extensionistas foram reformuladas, visando contemplar a comunidade com um trabalho em educação física que atendesse às suas reais necessidades e demandas5. Nesse sentido, foram adotados alguns princípios como relação dialética com a comunidade, autonomia da comunidade, efeito multiplicador e ação democrática. Ao adotar esse caminho, buscou-se a maior participação da comunidade nos projetos, sua atuação nos espaços decisórios, no planejamento, execução e avaliação das atividades a ela destinadas6. Criado em 2009, atualmente, o instituto desenvolve cerca de 50 ações extensionistas ligadas a diferentes questões e temáticas: formação cultural, natação, gênero, juventude e homoafetividade, esporte e comunicação, educação de jovens e adultos, dentre outros temas de grande relevância para a comunidade7.

Dos quatro setores que formam a estrutura do GEF – Graduação, Pós-Graduação, Extensão e Setor Administrativo –, a graduação é a mais recente, encaminhada em 2001, a partir da formação de uma comissão de estudos para a implantação da Escola de Graduação em Educação Física. A licenciatura em Educação Física teve início no primeiro semestre de 2007, com o objetivo de formar profissionais para atuar nas diferentes demandas da área da educação física na sociedade contemporânea, com especial ênfase na atuação nos ensinos fundamental e médio8. O curso tem duração mínima de oito e máxima de 16 semestres. O departamento também é responsável pelas disciplinas eletivas oferecidas aos diversos cursos de graduação da UFF9, e suas bases estão alicerçadas na concepção de educação física para a inclusão.

Ao ser criado em 2009, o Instituto de Educação Física da UFF incorporou à sua estrutura o antigo Departamento de Educação Física e Desportos da UFF e todas as suas atividades. Está assim estruturado: Direção, Secretaria Administrativa, Colegiado, órgão deliberativo formado por três professores, três discentes e três funcionários técnico-administrativos; e setores suplementares, como Gerência das Instalações, responsável pela coordenação do uso das instalações e sua manutenção; e Setor Médico, que tem por finalidade realizar exames médicos e prestar atendimento de primeiros socorros aos alunos da UFF, inclusive aos alunos do Colégio de Aplicação, funcionários técnico-administrativos, professores e à comunidade em geral, que praticam atividades físico-desportivas nas instalações do IEF10.

Leia mais na íntegra aqui

 


Notas

1 PAULA, Maria de Fátima de. Departamento de Educação Física. In: PAULA, Maria de Fátima de (Org.). A Universidade Federal Fluminense no cenário do Estado do Rio de Janeiro. Florianópolis: Ed. Insular, 2008, p. 61-62.

2 UFF. Instituto de Educação Física. [2013]. Disponível em: <http://www.uff.br/gef/historico_gef.htm>. Acesso em: 17 jun.2014.
3 UFF. Instituto de Educação Física. [2013]. Disponível em: <http://www.uff.br/gef/historico_gef.htm>. Acesso em: 13 maio 2013.
4 UFF.Instituto de Educação Física. [2013]. Disponível em: <http://www.uff.br/gef/historico_gef.htm>. Acesso em: 13 maio 2013.
5 UFF. Instituto de Educação Física. [2013]. Disponível em: <http://www.uff.br/gef/pos-graduacao.htm>;. Acesso em: 17 jun. 2014.
6 UFF. Instituto de Educação Física. Política de Extensão para o Departamento de Educação Física. [2013]. Disponível em: <http://www.uff.br/gef/pos-graduacao.htm >. Acesso em: 17 jun. 2014.
7 Outras informações a respeito ver no site do Sigproj. Cf. MEC. Ministério da Educação. Sigproj. Sistema de Gestão e Projetos. Disponível em: <http://sigproj1.mec.gov.br/resultado.consulta.php?titulo=&;bedital=0&protocolo=&processo=&tipo=0&palavras=&resp=&area=0&inst=123&apro=1115&exec=2977&sit=0&ordenar=1&direcao=1&ini>. Acesso em:17 jun.2014.
8 PAULA, Maria de Fátima de. Departamento de Educação Física, 2008, p. 61-62.
9 UFF.Instituto de Educação Física. Disponível em: < http://www.uff.br/gef/historico_gef.htm >. Acesso em: 13 maio 2013.
10 UFF. Instituto de Educação Física. Regimento interno do Instituto de Educação Física da UFF. Disponível em: <http://www.uff.br/gef/Reg.Interno%20IEF.pdf>;. Acesso em: 18 jun. 2014.

Realização Parcerias

 Prefeitura Universitária