meme büyütme vdcasino casino siteleri vdcasino giriş kolaybet bonus veren siteler vdcasino sorunsuz giriş Sultanbet vdcasino yeni giriş mydodolook.com gaziantep escort diyarbakır escort istanbul escort beylikdüzü escort

1 A criação e os primeiros passos da assessoria de imprensa da Universidade Federal Fluminense

Durante os anos de 1960, gradativamente, as assessorias de imprensa passaram a se constituir em importantes fontes de informações e apoio, assim como se tornava cada vez mais comum a presença de jornalistas distribuindo textos para a imprensa nos gabinetes de divulgação de órgãos públicos, geralmente chamados setores de relações públicas. Era o início de uma comunicação mais direta entre as empresas e a sociedade1, instrumento estratégico para o aumento da visibilidade pública da organização que avançou no final da década de 1970, com a volta da democracia e da liberdade de imprensa. Assim, a utilização dos veículos de comunicação em massa cresceu, porém o desenvolvimento, a profissionalização das assessorias ocorreu de fato na década de 1980, época em que também são implantadas as políticas de relacionamento com os veículos.2
O Setor de Imprensa e Relações Públicas (Sirp/GAR) da UFF foi criado nos anos de 1960 e vinculado ao Gabinete do Reitor entre 1963 e 1983. De acordo com alguns ex-funcionários e ex-assessores de comunicação social, o primeiro assessor da universidade foi o jornalista Charlie Cham que atuou durante esse período sem uma equipe de comunicação.3

2 O crescimento e consolidação da assessoria de Comunicação Social da UFF: Ascom e Nucs

No ano de 1983, o Sirp foi transformado em Assessoria de Comunicação Social (Ascom), composta por uma assessora de imprensa e uma equipe, que funcionava em duas salas no 7º andar da Reitoria, junto ao Gabinete do Reitor. Nesse período, o Setor de Jornalismo editava o Jornal Universitário, do qual participava quase toda a equipe, que ainda utilizava a máquina de escrever. Os releases eram entregues diretamente nas portarias das redações de jornais de Niterói e do Rio de Janeiro para que as informações sobre as atividades desenvolvidas pela universidade fossem divulgadas pela mídia.4 A organização do clipping, seleção de um conjunto de recortes de jornais diários, semanários e publicações especializadas, e seu envio ao reitor e aos pró-reitores era diário. A equipe da Ascom também contava com o Setor de Cerimonial e outro de Fotografia.5
 
A implantação dos meios eletrônicos nos anos 1990 propiciou o lançamento do UFF On-line, site de notícias da universidade, em 1999, e a implantação da Agência UFF de Notícias, boletim eletrônico produzido semanalmente pelo Setor de Jornalismo, em 2002. A Ascom transformou-se em Núcleo de Comunicação Social (Nucs), em 2003, mantendo-se vinculado ao Gabinete do Reitor.6 Sobre sua estrutura e atribuições, citamos a edição do jornal Momento UFF; a atualização do site de notícias; a produção de informativo visando à promoção da divulgação interna e externa, por meio da mídia, assim como à realização do atendimento aos jornalistas, todas elas realizadas pelo Serviço de Jornalismo. O Nucs também contava com o Serviço de Relações Públicas e Cerimonial que apoiava a organização de eventos acadêmicos e outros, e o Serviço de Propaganda e Marketing que desenvolvia projetos especiais para a universidade. A produção de vídeos institucionais ficava sob a responsabilidade do Serviço de Imagem, bem como a coordenação do trabalho fotográfico. O Serviço de Comunicação Eletrônica foi criado no ano de 2007, para atender às demandas relacionadas à atualização do site de notícias e da página principal da UFF; promoção da divulgação via internet, junto com o Serviço de Jornalismo; administração dos bancos de dados de professores/especialistas e de fotografia; e para responder aos e-mails encaminhados ao Nucs. O site dos Conselhos Superiores foi criado e mantido pela Divisão de Comunicação Eletrônica a partir de 2006, que em 2007, também passou a administrar toda a página principal da UFF, em parceria com a Superintendência de Tecnologia da Informação (STI).

3 A transformação do Nucs em Superintendência de Comunicação Social (SCS) e o seu desenvolvimento nos dias atuais

Com o processo de reestruturação da UFF, o Nucs foi transformado em Superintendência de Comunicação Social (SCS), vinculada à Reitoria, no ano de 2011, e dentre as modificações resultantes estava à incorporação da Unitevê.7
 
A SCS atende setores de toda a universidade que solicitam a divulgação de suas atividades, interna e externamente, produz material gráfico de apoio a eventos e campanhas institucionais, além de preparar e apresentar solenidades. Está organizada da seguinte maneira: Coordenação de Comunicação, com as Divisões de Jornalismo, Comunicação Eletrônica, Relações Públicas e Criação Gráfica; Coordenação de Produção de Imagem, com a Divisão de Imagem; e Coordenação Unitevê, com as Divisões de Programação, Exibição e Estúdio.8
A Divisão de Jornalismo atua no campo da divulgação dos projetos de ensino, pesquisa, extensão e das atividades complementares, seja interna e/ou externamente, mantendo a UFF na mídia e a comunidade universitária bem informada. O contato com os diversos veículos de comunicação do Rio de Janeiro e Niterói para divulgação de notícias, o atendimento a jornalistas e a permanente atualização do Banco de Fontes, criado em 1998, assim como a organização do clipping eletrônico, disponível no site UFF Notícias, e o clipping impresso, também acessível ao público em geral, por meio do Mural Eletrônico, são atividades cotidianas da divisão. Para informar as comunidades, o setor edita o Jornal da UFF. A SCS ofereceu suporte à Coordenação de Seleção Acadêmica (Coseac) na cobertura do vestibular até o ano de 2011, incluindo a divulgação de todas as etapas: reclassificações e também os concursos de transferência, reingresso e mudança de curso.9
A Divisão de Comunicação Eletrônica atualiza a divulgação sobre a UFF diariamente pela internet, a página principal da UFF, em http://www.uff.br; envia mensagens de interesse da comunidade universitária; administra diversas bases de dados, como o Banco de Fontes e listas de e-mail. O setor criou o Mural Eletrônico em 2009, com o objetivo de divulgar semanalmente os vídeos produzidos pela Coordenação de Produção de Imagem, e as notícias publicadas pela mídia.10
A equipe de profissionais da Divisão de Relações Públicas orienta e realiza cerimoniais nos eventos da UFF, utilizando as regras protocolares adotadas pelas instituições oficiais. Como condição necessária para execução de suas atividades, realiza uma permanente atualização do banco de ocupantes de cargos de direção na universidade e de outros setores da sociedade com os quais a instituição se relaciona. O setor atua em uma média de 70 eventos/ano, desenvolvendo atividades desde a etiquetagem, expedição de convites, redação e apresentação de cerimônias, recepção do público e autoridades, e orientação de comissões de formandos sobre a cerimônia de formatura.11 Desenvolve o Projeto Conheça a UFF, visando apresentar à instituição aos estudantes do ensino médio das escolas públicas e privadas, por meio da participação institucional em feiras de profissões nas escolas e visitas guiadas pela universidade.12

A Divisão de Criação Gráfica da SCS é responsável pela idealização de grande parte do trabalho gráfico produzido pela UFF, atendendo qualquer setor da UFF que deseje divulgar seu evento por meio de convites, fôlderes, cartazes ou peças diversas. Trabalha em contato permanente com o Núcleo de Imprensa Universitária (NIU), o que permite o planejamento com o conhecimento das condições técnicas disponíveis. Cabe ao setor, também, zelar pela identidade visual da universidade, por meio da qualidade do padrão gráfico e do uso da logomarca da instituição em todas as peças.13
A produção de programas jornalísticos, de vídeos institucionais, veiculados pela internet, em www.imagem.uff.br, e pela Unitevê, canal de TV universitário; e o estímulo à participação da comunidade acadêmica no sentido da difusão da produção científica são atribuições da Coordenação de Produção de Imagem.14
Nesses últimos anos, a SCS desenvolveu alguns novos produtos, como Painel Eletrônico (2011), informativo impresso UFF em Pauta (2012); Manual de Redação (2012); publicação eletrônica no site da universidade Revista da UFF (2012); Facebook (2012); Calendário Comemorativo (2013); além do perfil da UFF no Instagram e no Flickr (2014).

 

Leia o texto na íntegra aqui


Notas



1 DUARTE, Jorge Antônio Menna. Assessoria de Imprensa: o caso brasileiro. Revista Intercom, São Paulo, v. 24, n. 1, p. 79 – 105. jan./jun. 2001. Disponível em: <http://www.portcom.intercom.org.br/revistas/index.php/revistaintercom/article/view/1017/919>. Acesso em: 4 abr. 2014.
2 DUARTE, Jorge Antônio Menna. Assessoria de Imprensa: o caso brasileiro. Revista Intercom, São Paulo, v. 24, n. 1, p. 79 – 105. jan./jun. 2001. Disponível em: <http://www.portcom.intercom.org.br/revistas/index.php/revistaintercom/article/view/1017/919>. Acesso em: 4 abr. 2014.
3 Relatórios de Gestão do Núcleo de Comunicação Social da UFF (1998 a 2006).
4 Relatórios de Gestão do Núcleo de Comunicação Social da UFF (1998 a 2006).
5 Relatórios de Gestão do Núcleo de Comunicação Social da UFF (1998 a 2006).
6 Relatórios de Gestão do Núcleo de Comunicação Social da UFF (1998 a 2006).
7 Relatórios de Gestão do Núcleo de Comunicação Social da UFF (2011).
8 Relatórios de Gestão do Núcleo de Comunicação Social da UFF (2011).
9 Relatórios de Gestão do Núcleo de Comunicação Social da UFF (2011).
10 Relatórios de Gestão do Núcleo de Comunicação Social da UFF (1998 a 2006).
11 UFF. Portaria nº 45.235, de 21 de julho de 2011. Ratifica e aprova a reestruturação administrativa relativa à Superintendência de Comunicação Social (SCS). Boletim de Serviço, Niterói, RJ, 21 jul. 2011. Seção 2, p. 6.
12 UFF. Portaria nº 45.235, de 21 de julho de 2011.
13 UFF. Portaria nº 45.235, de 21 de julho de 2011.
14 UFF. Portaria nº 45.235, de 21 de julho de 2011.

Realização Parcerias

 Prefeitura Universitária